Artistas e chefs famosos ajudam o Adus a continuar o trabalho em prol das pessoas em situação de refúgio

Exposição “Um sonho e um sorriso” integra a estreia de bazar permanente do Adus, na Mooca
17 de novembro de 2017
Adus inaugura bazar fixo com pratos e artigos típicos de vários países, e exposição especial sobre refugiados
1 de dezembro de 2017
Mostrar tudo

Artistas e chefs famosos ajudam o Adus a continuar o trabalho em prol das pessoas em situação de refúgio

Noite de festa em São Paulo reuniu celebridades que animaram jantar beneficente e apoiaram o instituto a arrecadar cerca de R$ 30 mil para seus projetos sociais

Texto: Igor Ferva, Tânia Lisboa e Letícia Ishiyama / Fotos: Gabriela D’Andrea

O jantar social que o Adus – Instituto de Reintegração do Refugiado promoveu no mês passado no Clube Holms, em São Paulo, foi inesquecível: ótima música, alta gastronomia e muita solidariedade. Artistas famosos e chefs renomados tornaram a noite de cerca de 200 pessoas, entre empresas e apoiadores, muito especial. Todos eles abraçaram a causa do refúgio e contribuíram para que a entidade continue suas atividades com o objetivo de reintegrar os refugiados na sociedade brasileira. Foram arrecadados cerca de R$ 30 mil, valor que está patrocinando as atividades do Adus, como as aulas de português, cursos de qualificação profissional, apoio psicológico, inserção no mercado de trabalho e workshops de gastronomia, entre outras ações.

O primeiro artista a se apresentar foi o cantor Daniel, que fez um show memorável. Ele cantou vários sucessos de seu repertório e emocionou o público. Na sequência, a banda Os Pitais, projeto de Kiko Zambianchi, Andreas Kisser (Sepultura) e China (cantor e ex-apresentador da MTV), entre outros, que realiza shows gratuitos em hospitais, empolgou todos com clássicos da música popular brasileira. E todos puderam saborear os pratos dos famosos chefs Bel Coelho, Renata Vanzetto, Rodrigo Oliveira, Ivan Raltson e João Ferraz, que assinaram o menu da noite.

Além das pessoas que compraram as mesas para o jantar, parte da arrecadação veio do leilão promovido durante o evento. Instrumentos musicais de Andreas Kisser, Kiko Zambianchi, Daniel e Marina Lima, além de camisas do Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos, autografadas pelos atletas, foram arrematados pelos presentes na festa.

A escritora Duca Rachid ficou radiante em adquirir o violão doado e autografado pela cantora Marina Lima. “Sou muito fã da Marina e fiquei muito feliz em poder participar do leilão para ajudar as pessoas em situação do refúgio. Tenho acompanhado todo drama dos refugiados. A crise humanitária é a grande questão do nosso século”, destacou.

O empresário Fábio Faiwichow, que levou para casa a camisa do Corinthians, ressaltou a importância de contribuir e falou também da conexão com a causa. “Sou neto de imigrantes e sei que os meus avós, assim como outras pessoas da minha família, enfrentaram muitas dificuldades quando vieram para o Brasil. Mas eles receberam apoio de muitas pessoas para se reerguerem, então nada mais justo do que retribuir o auxílio que tiveram”, afirmou.

O jantar teve como mestre de cerimônia o apresentador da rádio Jovem Pan Edgard Piccoli, que falou da importância do Adus e do evento para as pessoas em situação de refúgio. “Precisamos amparar os que chegam sem conhecer a cultura, sem conhecer o País, sem conhecer ninguém”, ressaltou.

Alguns refugiados que contaram com a assistência do Adus para reconstruírem suas vidas no país foram prestigiados durante a noite. Os presentes assistiram ao vídeo com depoimentos dos imigrantes e puderam conhecer a história pessoal de alguns deles. Há mais de dois anos no Brasil, o sírio Anas Obaid participou do jantar e destacou a dimensão da festa para os refugiados. “Fico feliz quando vejo o Adus promovendo um evento como este. O Instituto precisa ter mais visibilidade para causa do refúgio”, completou.

Para apoiar a causa do refúgio, acesse www.adus.org.br/amigo e faça sua contribuição!

Comments are closed.