Conflito na Líbia já expulsou 500 mil pessoas e afeta etnia Baber no oeste do país
14 de abril de 2011
Ataque a campo de refugiados iranianos faz 34 mortos no Iraque
14 de abril de 2011
Mostrar tudo

ACNUR inaugura Casa de la Juventud de San Lorenzo, no Ecuador

SAN LORENZO, Esmeraldas, Equador, 12 de abril (ACNUR) – Na tarde da última quinta-feira, vozes de centenas de jovens anunciavam, pelas ruas de San Lorenzo, a passagem de uma multidão que se dirigia à sua nova casa: a Casa de la Juventud, conhecida na cidade com a “casa das garrafas”.

Na chegada, sons de marimba e um grupo de dança, que vestia os trajes típicos da região entre Ecuador e Colombia, davam as boas-vindas aos convidados para a inauguração da Casa de la Juventud de San Lorenzo.

A emoção dos jovens equatorianos e dos refugiados presentes era transmitida por suas apresentações artísticas de música, teatro e dança, organizadas para celebrar a abertura deste espaço de integração, recreação, arte e cultura.

(Foto: ACNUR)

Este projeto, que conta com o apoio técnico e financeiro do ACNUR, foi realizado com a colaboração de jovens equatorianos e refugiados colombianos. Para construir a casa, estes jovens usaram 21 mil garrafas de plástico cheias de areia, recolhidas de diferentes áreas de San Lorenzo, especialmente do mangue.

Jhomaira, jovem refugiada afro-colombiana que vive atualmente em uma das comunidades do mangue, foi para o Equador com sua mãe há alguns anos. Elas saíram da Colômbia em virtude da violência que assolava o país. Hoje, Jhomaira se diz feliz por ver construída a Casa de la Juventud – o que ela considera a realização de um sonho. Ela contribuiu durante a construção da casa com mais de 300 garrafas plásticas.

“Essa casa é um espaço construído pelos jovens e para os jovens”, disse o prefeito do cantão de San Lorenzo, Gustavo Samaniego Ochoa. “O município está aberto a continuar apoiando estes projetos que motivam o bom uso do tempo livre dos moradores da região”, afirmou Ochoa.

O escritório do ACNUR em Esmeraldas, na zona norte do Pacífico equatoriano, foi inaugurado em 2008 em resposta ao aumento de pessoas em busca de proteção internacional. Normalmente, são pessoas que cruzam a fronteira da Colômbia com o Equador devido ao agravamento do conflito colombiano, em especial nos departamentos de Nariño e Cauca.

“O ACNUR apoiou esta iniciativa, que certamente promoverá a convivência harmônica entre os diferentes grupos de jovens da província de Esmeraldas. Além disso, a iniciativa promove também a preservação do meio ambiente”, explicou o vice-representante do ACNUR no Equador, Luis Varese, durante a inauguração da Casa de la Juventud.

O trabalho do ACNUR consiste em dar apoio à população refugiada e a solicitantes de refúgio por meio de projetos que visam a integração local, criar redes de proteção e apoiar o fortalecimento de instituições públicas que assegurem os direitos das pessoas refugiadas.

Diego Yépez, em San Lorenzo, Equador

Fonte: ACNUR

Deixe uma resposta