ACNUR lança versão atualizada de importante ferramenta de proteção, o Refworld

Kuwait doa US$110 milhões para operação do ACNUR na Síria
22 de abril de 2013
Pesquisa sobre perfil dos refugiados será feita por CONARE, Ipea e ACNUR
22 de abril de 2013
Mostrar tudo

ACNUR lança versão atualizada de importante ferramenta de proteção, o Refworld

A Agência das Nações Unidas para Refugiados lançou na última semana a nova versão do site Refworld, uma ferramenta de proteção e pesquisa amplamente utilizada por tomadores de decisão sobre refúgio e apatridia.

Refworld 2013 (www.refworld.org) contém uma vasta coleção de relatórios relacionados a situação dos países de origem, documentos sobre políticas, jurisprudência e outros arquivos relacionados aos quadros jurídicos nacionais e internacionais. Esses documentos foram cuidadosamente selecionados dos – e com – os escritórios locais do ACNUR, governos, o meio internacional, organizações não-governamentais regionais, instituições acadêmicas e orgãos judiciais.

(Foto: ACNUR)

O serviço é gratuito e disponibiliza informações cruciais sobre países de origem e informações jurídicas das quais os funcionários do ACNUR, oficiais do governo e juízes precisam para decidir se um solicitante pode obter o status de refugiado. Para ser reconhecido como tal, é necessário que o solicitante tenha fundados temores de perseguição e não pode retornar a seu país de origem por esta razão.

O diretor de Proteção Internacional do ACNUR, Volker Türk, disse que o Refworld 2013 é uma versão aperfeiçoada do modelo anterior, um dos mais confiáveis e abrangentes sites sobre o tema. “Refworld 2013 é mais intuitivo, tem um design melhor, permite pesquisas em idiomas com escrita não romana e tem melhores opções de busca. Eu mesmo tentei e posso assegurar que encontrar a informação que você procura é muito mais fácil”, disse ele.

“Sem os procedimentos adequados, para os quais é necessário possuir informações confiáveis e sobre países de origem, as pessoas que precisam de proteção internacional podem não ter acesso à ela”, disse Türk, referindo-se ao processo de reconhecimento da condição de refugiado. “Por essa razão, refugiados e apátridas são beneficiados pela melhoria do Refworld, pela disponibilidade de informações relevantes de maneira mais rápida”.

O incomparável conjunto de informações do Refworld foi desenvolvido ao longo de duas décadas pela Unidade de Publicações Eletrônicas do ACNUR e a Divisão Internacional de Proteção. Inicialmente o conteúdo era disponibilizado em CD-ROM e DVD e em 2007 tornou-se online.

Ferramenta poderosa e fácil, o site foi desenvolvido para atender aos mais altos padrões e melhores práticas de administração de informações online. Ele permite navegar numa coleção de mais de 167 mil documentos, seja por região, por autor, por tema ou palavra-chave, e por tipo de documento. Tem ainda uma poderosa ferramenta de busca textual e opções de pesquisa avançada, incluindo a possibilidade de utilizar sinônimos e variações de termos.

Refworld é atualizado diariamente e inclui páginas temáticas sobre tópicos importantes para o ACNUR, como o reconhecimento da condição de refugiado, apatridia, migrações mistas, sexualidade e identidade de gênero, e tráfico de pessoas.

O sistema fortaleceu o trabalho internacional do ACNUR ao tornar as informações sobre proteção disponíveis para todos. O ACNUR pretende desenvolver versões do Refworld em outros idiomas, começando pelo russo até o final deste ano.

Fonte: ACNUR

Deixe uma resposta