Curso de culinária promovido pelo Adus trouxe delícias colombianas

Dança e desfile animam Feirinha Étnica do Adus
18 de abril de 2016
Adus promove Bazar Cultural no Dia das Mães
4 de maio de 2016
Mostrar tudo

Curso de culinária promovido pelo Adus trouxe delícias colombianas

Sabores&Lembranças integra projeto gastronômico que visa divulgar pratos típicos e incentivar o empreendedorismo entre os participantes

Arturo Cardenas ensinou o prepare de arepas de carne e queijo aos participantes

Arturo ficou um pouco nervoso no início do curso. Durante a aula, no entanto, acabou “se soltando”. O refugiado, que veio da Colômbia com dois filhos e vive no Brasil há um ano e quatro meses, ainda não consegue falar muito bem o português, mas tem ajuda da filha Natali, que é seu braço direito. Ela também ajudou o pai no preparo das comidas.

A quarta edição do Curso Sabores&Lembranças aconteceu na sede da Casa da Cidade, localizada na Vila Madalena. Dessa vez, os alunos aprenderam, com os nativos, a fazer limonada de coco e as famosas arepas.

Um pouco tímido e emocionado, Arturo contou aos convidados um pouco da sua trajetória para chegar até aqui. “Não foi fácil. Passamos fome, frio, dormimos na rua e, por incrível que pareça, fomos a pé de Bogotá até Rio Branco (Acre), onde fica a fronteira do Brasil com a Colômbia. Foram dois meses de muito sofrimento”, explicou.

O colombiano também falou um pouco sobre a tradição das arepas em toda a América do Sul. Os alunos tiveram a oportunidade de interagir com a família e tirar todas as dúvidas.

A luta de Arturo

O colombiano, que conseguiu chegar a São Paulo somente no final de janeiro de 2015, nunca estudou português. O pouco que sabe, aprendeu no dia a dia. Hoje, junto com a filha mais velha, que tem 21 anos, ele administra uma lan house no bairro da Liberdade. É desse pequeno negócio que a família vive e sonha com dias melhores.

Um dos sonhos de Arturo é abrir um restaurante de cozinha colombiana e juntar dinheiro para visitar a família. Para ele, a oportunidade de dar um curso foi única, já que na Colômbia ele era padeiro e uma das suas paixões é cozinhar. “É a primeira vez que dou aula, e gostei bastante. Espero que os convidados tenham gostado”, afirmou Arturo.

A melhor parte do curso foi a hora de degustar tudo que foi ensinado na aula. Foram servidas arepas de variados sabores e uma limonada fresquinha, que caíram muito bem para um domingo de tanto sol e calor. “Resolvi fazer esse curso por curiosidade e para conhecer um pouco mais sobre a história dessa família. Adorei a aula. Acabei de provar a limonada, e ela está aprovada”, contou o aluno Márcio Mesquita.

O curso acontece uma vez ao mês e traz famílias de refugiados de diversos países para ensinarem pratos típicos e mostrarem um pouco de suas culturas. A próxima edição contará com a participação de um haitiano.

Texto e fotos: Alethea Rodrigues

Veja matérias relacionadas:

Professora encanta alunos na 2ª edição do Sabores e Lembranças

Primeiro encontro de culinária do Adus traz quitutes preparados por família da Síria

Comments are closed.