Erupção do vulcão Lokon força a retirada de 4.600 pessoas na Indonésia

Haitianos refugiados em campo de futebol serão expulsos
14 de julho de 2011
UNICEF faz 1ª entrega de alimentos a crianças vítimas da seca na Somália
17 de julho de 2011
Mostrar tudo

Erupção do vulcão Lokon força a retirada de 4.600 pessoas na Indonésia

Nº de pessoas retiradas duplicou nas últimas horas. As autoridades mantêm alerta vermelho na região desde segunda-feira (11).

Cerca de 4.600 pessoas já foram retiradas desde que o vulcão Lokon, situado no norte das ilhas Célebes, na Indonésia, entrou em erupção, na quinta-feira (14), informou neste sábado (16) a imprensa local.

O vulcão expeliu neste sábado colunas de fumaça e cinza que alcançaram 800 metros de altura. Nos últimos dois dias, o Lokon lançou pedras e lava a um quilômetro e meio de distância, provocando incêndios em florestas dos arredores.

O número de pessoas retiradas duplicou nas últimas horas por causa da crescente atividade do vulcão. As autoridades mantêm declarado o alerta vermelho desde segunda-feira (11).

O porta-voz do Centro Nacional de Gestão de Desastres, Sutupo Purwo Nugroho, disse que os afetados foram hospedados em seis centros de refugiados na localidade de Tomohon.

Nugroho também assinalou que ‘ninguém morreu por causa da erupção’, mas uma mulher morreu nesta sexta-feira (15) após um ataque cardíaco enquanto era retirada da região.

A Cruz Vermelha indonésia distribuiu 15 mil máscaras contra a fumaça, informou a agência local ‘Antara’. Cerca de 30 mil pessoas vivem nos arredores do Lokon, uma montanha de 1.580 metros de altura.

O Lokon, um dos 129 vulcões ativos na Indonésia atualmente, produziu cinco erupções nos últimos 20 anos.

A Indonésia se localiza dentro do denominado ‘Anel de Fogo do Pacífico’, uma área de intensa atividade sísmica e vulcânica.

Fonte: G1

Deixe uma resposta