Estilista sírio sonha em voltar a trabalhar na área de moda

Culinária de Angola, Colômbia e Síria agitam 2º Bazar Solidário do Adus
14 de junho de 2015
Integrar é preciso
20 de junho de 2015
Mostrar tudo

Estilista sírio sonha em voltar a trabalhar na área de moda

Nour deixou a Síria durante a guerra e tenta reconstruir vida profissional no Brasil

O jovem estilista sírio Nour Koeder

Nour Koeder saiu da Síria no auge da guerra civil e morou por um ano no Líbano. Em 2013, chegou ao Brasil a convite de uma tia. Na cidade de São Paulo, Nour conseguiu emprego como vendedor em uma loja de roupas, no Brás. Depois foi trabalhar em um bar. O jovem de 24 anos de idade é formado pela Esmod Universidade Internacional de Moda Damasco-Síria, tradicional escola fundada na França no ano de 1841 por Alexis Lavigne, alfaiate da esposa de Napoleão III, a Imperatriz Eugênia.

Ao sair da Síria, Nour se separou da família, mas o contato com eles permanece ativo. Entre os familiares dos quais se separou estão a irmã mais velha e dois irmãos mais novos. Quando é questionado sobre moda, Nour explica que a Síria era um pouco fechada, mas não era ruim. Na universidade o público masculino era minoria, sendo que na turma dele apenas oito alunos eram homens.

“Na Síria, eu trabalhava numa loja de vestidos de noiva e festas que atendia a classe média e, às vezes, classe alta”, diz Nour, que ainda busca emprego na área de moda no Brasil e sonha em fazer um desfile. No novo país, o estilista já palestrou sobre moda em uma universidade privada da capital paulista. Nour fala português e montou uma página no Facebook para mostrar os desenhos que cria. Além de desenhar, ele também faz personal stylist.

Clique aqui para acessar a página de Nour Kader!

Confira, na galeria, alguns desenhos (e dois vestidos confeccionados a partir deles) criados por Nour!

Texto: Priscila Pacheco / Fotos: Eva Bella (retrato) e arquivo pessoal

Comments are closed.